Worldwide D&D Gaming Day – Rescaldo

D&D Logo

Apesar de já um pouco fora de tempo (o evento foi à mais de duas semanas e meia) ainda é pertinente fazer um pequeno apanhado de como correu, no meu caso, o Worldwide D&D Gaming Day. A versão curta é simplesmente que correu optimamente. Melhor era difícil. A versão longa é um pouco mais detalhada:
Participei no evento nas instalações da Runadrake’s Colosseum Romae em Lisboa e à chegada já se encontravam lá um número decente de pessoas. Tratou-se, como era de esperar, de um evento bastante concorrido. Os participantes foram separados por mesas (cinco ou seis mesas – não me lembro do número ao certo), cada uma com um DM e seis outros jogadores.
A party para esta aventura era constituida por um halfling rogue, uma elven wizard, um dwarven cleric, um human fighter, uma elven ranger e finalmente um human paladin (de nome Tremayn, a minha personagem). Eis o que se passou durante a aventura:

Numa noite de tempestade, o nosso grupo de aventureiros deslocava-se em direcção à Abadia de Gethin à procura de algum abrigo contra a chuva de caia incessantemente. Ao aproximarmo-nos começaram-se a ouvir os sinos a tocar a rebate. Sinal de que algo estava mal. Apressamo-nos a entrar no edifício secundário de onde emanava o som à procura de quem demonstrava tamanha urgência. Encontramos um acólito da abadia, em pânico, que a custo lá revelou o que se passava. A Abadia de Gethin era o local de repouso de um item de grande poder para o mal (um livro). Tinha sido deixado lá, para que ficasse em segurança, longe daqueles que o usariam para o seu próprio proveito. Infelizmente, um dos acólitos da abadia tinha traído os seus companheiros, assassinando-os e procurando refúgio no edifício principal da abadia, onde tinha tomado posse do perigoso item. Só havia uma coisa a fazer: Tínhamos de achar o acólito, recuperar o livro e vingar a morte dos inocentes que tinham perecido.
A nossa demanda não foi fácil, já que a abadia se tinha tornado num local extremamente perigoso. Criaturas undead vagueavam junto à entrada. Uma gárgula, a protectora original do livro, atacou-nos quando procedíamos à exploração da câmara onde supostamente o livro deveria estar. Almas despertavam de para lá da sua sepultura em reflexo da invasão do seu local de repouso eterno. Para além disso, tínhamos o acólito mesmo que, recorrendo ao perigoso livro, invocava criaturas de grande poder para nos eliminar. Começou por invocar um elementar de magma, com o qual destruiu a biblioteca da abadia, e culminou com um poderoso Hellcat, uma criatura de outro plano cuja consistência quase etérea a tornava extremamente difícil de combater.

Hellcat

A party combateu bravamente, ultrapassando todas as dificuldades, e apesar da desafiante e extenuante batalha contra o Hellcat (a criatura resistiu muito mais que o seu invocador, que foi derrotado facilmente) emergiu da abadia vitoriosa, atingindo todos os objectivos a que se tinha proposto ao entrar. A minha personagem, Tremayn, teve algum destaque, sendo ele o responsável por ter dado o golpe fatal ao felino extra-planar (com a arma do fighter, que naquela altura já tinha sucumbido aos seus ferimentos).

Foi uma aventura simples, como seria de esperar para apenas uma tarde de jogo, mas bastante divertida. O evento foi bem organizado e houveram até pequenas lembranças de participação, sob a forma de miniaturas de um medium copper dragon.

Medium Copper Dragon mini

No geral foi uma tarde bem passada, um óptimo “presente” de aniversário para mim, e uma grande festa de celebração de Dungeons & Dragons. Parabéns ao pessoal da Runadrake pela organização e esperemos que para o ano a Wizards organize mais um evento deste tipo. Se assim for, lá estarei.

E no vosso caso? Como é que correu? Deixem os vossos comentários!

Anúncios

2 comentários

  1. Eram 4 mesas. A do Fernando, da Sandra, do Sérgio e do Zé.

  2. […] a oportunidade, aqui em Portugal, de participar no Worldwide D&D Game Day de 2006 (algo que referi anteriormente), mas infelizmente não foi possível repetir a experiência em 2007 devido às dificuldades […]


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s